Skip to main content

Brasil piora no ranking de proficiência em inglês: mude isso!

O Brasil caiu do  41º para 53º lugar no ranking mundial de proficiência em inglês. A pesquisa que aponta este dado foi realizada em 88 países,  e avaliou 1,3 milhões de pessoas. Com isto, o Brasil mantém-se no nível de baixo conhecimento do idioma.

O baixo nível de inglês é um problema bem mais grave, pois é um entrave para o desenvolvimento e inovação.

Na América Latina a situação também não é diferente, sendo a única região a mostrar declínio geral na proficiência em inglês.

INGLÊS E IGUALDADE ESTÃO CORRELACIONADOS

A pesquisa também mostra que as sociedades que falam inglês são mais igualitárias e abertas. Dos 10 primeiros lugares , apenas 2 (Singapura e África do Sul) não ficam na Europa.

Entre outras métricas, esses países matriculam mais meninas na pré-escola e relatam uma porporção maior de mulheres com contas bancárias.

INGLÊS E TRABALHO

O inglês também é um importante fator para fomentar a competitividade profissional. Os países e indivíduos que continuam a investir no ensino e aprendizado de inglês alavancam as suas carreiras mais rapidamente,visto que os fluentes no idioma estão a um passo a frente em relação aos que não falam.

As estatísticas mostram que no campo profissional as mulheres estão na frente: no mundo todo elas estudam mais inglês que os homens.

INVISTA NO SEU FUTURO

Agora que você já sabe da enorme diferenças que o inglês pode fazer na sua vida, que tal começar a praticar? A SEDA College Online têm cursos disponíveis 24 horas, com temas atuais e profissionais, para você adquirir proficiência no idioma. Acesse aqui, inscreva-se e aprenda inglês com a gente por menos de 50 centavos por dia.

Compartilhar:

Responder